HOT WHEELS RS

sexta-feira, 23 de março de 2012

KARMANN GHIA V-DUB

A união de empresas para produzirem um novo automóvel pode ser um sucesso ou um fracasso total. Temos exemplos destes casos aqui no Brasil. Mas não foi o caso de um esportivo 2+2 de concepção simples que começou a ser produzido em 1955 com a participação de três empresas muito especiais.
As empresas eram a Karmann alemã, especialista em carrocerias especiais, desde 1901, na cidade de Osnabrück na Alemanha. Seu nome original era Christian Klages Wagenfabrik e pouco depois era Karmann Karosseriewerk. Seus primeiros clientes foram a Benz, a Opel e a belga Minerva. Era uma especialista em conversíveis, mas também produzia automóveis fechados. A outra empresa foi a Carrozzeria Ghia & Gariglio italiana, fundada em Torino, em 1915, por Giacinto Ghia. Tinha uma clientela pequena, mas sofisticada e ele unia luxo a esportividade em seus produtos. Uma de suas mecânicas preferidas era a do Fiat 501 S. Giacinto Ghia morreu em 1944 e sua companhia foi continuada por Mario Boano e Giorgio Alberti.
A terceira empresa era a mundialmente conhecida Volkswagenwerk AG, fundada em 1938 em Wolfsburg na Alemanha. Seu primeiro sucesso foi o internacionalmente conhecido VW Sedã e depois, baseado neste, o furgão Kombi lançado em 1950.
No final dos anos 40 o VW Sedã já era um sucesso e os diretores da empresa queriam um esportivo, de projeto simples, baseado neste. Queriam diversificar a linha.
Os primeiros esboços foram apresentados pela Karmann. Era um modelo de quatro lugares que logo foi rejeitado assim como um desenhado pela Pininfarina. Foi aí que a empresa Ghia apresentou sua proposta que foi aceita e o primeiro protótipo foi concebido em 1952. Seu estilo era semelhante a um protótipo, denominado Chrysler Ghia Specials desenhado por Virgil Exner, diretor do Departamento de Designer deste construtor americano. Foram construídos de 6 a 8 exemplares deste modelo que visto de trás e de lado, deram inspiração ao esportivo da Volkswagen.
A apresentação do primeiro exemplar do Karmann-Ghia, para a imprensa e para os concessionários foi realizada em 14 de julho de 1955 no Hotel Cassino Georgsmarine. Para o público, no mesmo ano, foi no Salão de Frankfurt.
Seu desenho era obra da Ghia, a carroceria era produzida pela Karmann, o aço para esta vinha da antiga Iugoslávia e toda estrutura mecânica era fornecida pela Volkswagen. 

Em relação ao VW Sedã era 12 centímetros mais largo. O esportivo de duas portas era muito atraente. Na frente faróis circulares e abaixo deste duas pequenas luzes de forma cônica para sinalização. Compunha a frente duas pequenas entradas de ar cromadas em forma de bolha. Visto de lado suas linhas eram muito arredondadas e as colunas estreitas proporcionavam ótima visibilidade para todos os lados. Sensuais e muito femininas.
Atrás havia faroletes retangulares em posição vertical. Havia poucos frisos e cromados na lateral e seus pára-choques eram envolventes. Em termos aerodinâmicos, o Typ 14 como era conhecido na VW, não decepcionava. E também era muito compacto. Media 4,14 metros de comprimento, 1,63 de largura, 2,42 de entre-eixos e 1,33 de altura. A altura do solo era de apenas 15 centímetros. Este baixinho de categoria leve pesava 830 quilos.
Por dentro tinha o painel em metal pintado na mesma cor da carroceria e neste estavam inseridos o velocímetro e um relógio de horas. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário